Camisa do Chivas Guadalajara

Essa saiu no Todo Sobre Camisetas (blog que tinha dado uma parada mas que voltou com a corda toda). A Reebok bolou outro desenho revolucionário para o Chivas.

Camisa do Chivas Guadalajara - Reebok - 2008

Camisa do Chivas Guadalajara - Reebok - 2008

Assim que eu me reestabelecer (além do choro na madrugada, o moleque fez cocô em mim antes de uma troca de fraldas) eu faço um mockupzinho pro São Paulo baseado nesse padrão. Acho esse padrão interessante para arejar um pouco o uniforme 2 do Tricolor, e de outros com o mesmo padrão.

(aliás, a home do site do Chivas está com um teaser do lançamento, com um sketch da camisa. Achei muito bonito, serve de referência para apresentação de layouts)

Nova camisa do Santa Cruz

O André Felix esteve no lançamento da nova camisa do Santa Cruz. Manda fotos e suas impressões:

Fui ontem acompanhar o lançamento do nosso novo material esportivo agora, pela Champs (que descobri que se pronuncia “chemps”). Ai está:

Nova camisa do Santa Cruz - Champs - 2008

O desenho não apresentou muitas diferenças em relação a anterior. A novidade ficou por conta da costura mais solta, da gola triangular com um jeitão mais antigo (“retrô” é coisa de Barbie) e do brasão, que agora é emborrachado ao invés de bordado. Agora não sei o que deu no pessoal da Champs (chemps, não esqueçam) que inventaram de por o brasão – que tem estrelas brancas e amarelas – num fundo CINZA CLARO. Surgiram boatos de que uma promoção dará prêmios exclusivos a quem achar essas estrelas na camisa.

Camisa nova do Barcelona

Camisa do Barcelona - 2008 - Nike

Faltou falar da camisa do Barça, cujas fotos vazaram no Football Shirt Culture, destacado pelo eros e pelo Felipe Bohrer. O Barça já usou o padrão meio-a-meio na camisa do centenário, em 1999, e a própria Nike fornece uniformes para o Basel, da Suiça, que tem o mesmo desenho e cores, com o vermelho no lugar do grená.

Camisa do FC Basel - Suiça

Camisa centenária do Barcelona - 1999 - Kluivert

Sei lá, cada vez mais estou conformado de que é dificílimo que surjam desenhos totalmente novos – ou pelo menos até que a reprodução de padrões já existentes atinja a saturação. Também não sei dizer se a ausência de desenhos totalmente novos seja um problema – pra mim essa camisa ficou bem legal.

A de manga comprida tá 60 euros na loja do Barça.

Camisa do Bragantino

Meio contrariado por preferir mil vezes assistir à final da Libertadores do que um jogo da Série B, liguei a tevê pra ver Corinthians x Bragantino. Aí reparo na camisa do Bragantino…

Camisa do Bragantino - Champs - 2008

A cor da faixa central já me deixou em estado de confusão mental: dourada? amarela? laranja? A quantidade de patrocínios e suas diferentes cores (pela tevê, o contraste do “faz um 21” azul com a faixa doía na vista) atordoou ainda mais. Talvez esse estado de torpor tenha sido o responsável por achar esse desenho…até interessante, lembrando a camisa do Palestino, do Chile, e alguns desenhos de times alemães listrados da década de 70, com 3 listras bem largas.

Palestino - Chile

Os uniformes do Bragantino são um caso de estudo. Desde os primórdios, o uniforme do time foi todo branco, com uniforme 2 igual ao do Corinthians. De repente, o time ficou famoso no fim da década de 80 com o uniforme geométrico da Dell’Erba. De lá pra cá, esse padrão praticamente se tornou o uniforme 1 do time, tendo sido mantido até quando a Dell’Erba deixou de fornecer material para o time (Kanxa e Lambra a sucederam).

Camisa do Bragantino - 2002 - Lambra

Na gestão Champs, o padrão foi desativado, e desde então o time vive um vazio de tradições em seu uniforme – ao mesmo tempo que um boom de patrocínios estampados. Quem sabe se essa cor alternativa vingar, esse padrão com 3 listras emplaque. Com os devidos ajustes, claro…

Simplezinho mas…

Saiu no Football Shirts a camisa nova do Sochaux, da França. Pra quem está acostumado com os patrocinadores entulhando a camisa, saiu uma diagramação limpa. Eu prefiro a camisa com azul royal ao invés do azul-marinho, mas a sacada da faixa única com degradê ficou legal. Mais fotos aqui.

Nova camisa do Sochaux - Lotto - 2008

Se virar template, pode ficar legal pros times Lotto daqui. Pensando bem, talvez não: fiz uma experiência com o Atlético Mineiro e não ficou muito bom não…

Migração de servidores – finalmente!

Em minha vida profissional, passei por várias migrações, de toda sorte: na Mandic, do BBS pra web; na Columbia, dos EADIs pros Terminais de Exportação; no SBT, do Python pro ASP; na Amil, da web 1.0 pra 2.0, e por ai vai. Mas nenhum foi tão punk quanto a dos servidores antigos do blog (lembram da queda do site depois do lançamento da camisa roxa do Corinthians?) pros atuais. Além do desafio de migrar três sistemas entre dois ambientes diferentes, é preciso uma paciência zen para lidar com a conexão daqui de casa e com meu filho, que passava por mutações de “bebê-lindo-da-mamãe” para “demônio-da-Tasmânia” sem razões aparentes. Enfim, o processo está começando agora, e teoricamente em 48 horas deve terminar (se você está vendo este texto, é por que seu provedor JÁ ESTÁ direcionando os acessos ao site para o servidor novo). Como vantagens desta migração, provavelmente o blog ficará bem mais rápido e eu terei alguém para xingar em real-time a cada queda, e em português (xingar em inglês é artificial demais). Caso haja problemas por favor me avisem no shirts@1275.com. Valeu!

Pros mocapeiros…

Depois do post sobre a fonte da Kappa, desenhada pelo Daniel Romeiro, fiz um apanhado de arquivos com os arquivos enviados pelos comentaristas (thanks Hamilton e Guilherme Piza!). De quebra, coloco a últim versão do meu template de mockups. É, ele é feito nessa ferramenta pré-histórica chamada Macromedia Fireworks, que na minha opinião é a ferramenta mais intuitiva e ao mesmo tempo completa para edição de arquivos para web (claro que o Photoshop é imbatível mas para mim ele é pesado demais). Mas é honesto e dá saída em PNG (nativo), AI e PSD. O próprio template não é tão sofisticado quanto os templates feitos em Photoshop pelo pessoal de FManager – mas eu já coloquei uma cacetada de desenhos de números, logos vetorizados de alguns times e patrocinadores, o que ajuda sobremaneira pra fazer umas brincadeiras quando surgirem rumores de novos patrocinadores e fornecedores. Tá tudo aqui: fontes_template.zip.

Arshavin (quem?)

Pra todo mundo que mexe com uniformes mas que acha que joga um bolão e ainda merece uma chance na Seleção: o jogador Arshavin, que está detonando na seleção russa, é formado em…moda.

Segue um trecho da noticia enviada pelo Hélio Roberto:

“Arshavin tem mesmo uma formação académica em design de moda, uma escolha que o próprio justifica no seu site pessoal (www.arshavin.eu) ter sido influenciada pelo facto de “ser um curso onde poderia conhecer muitas mulheres”. Andrei graduou-se com uma tese sobre o estilismo nos equipamentos desportivos.”

Queria ver a tese dele, certamente é muito mais baseada em experiências reais de uso do que qualquer outra tese apresentada.

(aliás, estudantes de moda: a mulherada é isso tudo mesmo? Tou falando em qualidade, já que a quantidade é indiscutível…)