Qual a camisa do Brasil na Copa de 70?

Facebooktwitterpinterestmail

O Wilson de Oliveira Junior levantou uma velha dúvida – afinal, qual a marca do uniforme brasileiro na Copa de 70: Umbro ou Athleta? A conclusão provável é: as duas. Senão vejamos:

Dê uma olhada nos vídeos de jogos da Copa de 1970 que estão no You Tube. Se você olhar bem, verá que a dúvida sobre a marca – ou as marcas – da camisa da Seleção naquele Mundial persiste. Ao contrário do que alguns acreditam, a camisa com números “arredondados” não foi utilizada somente na final contra a Itália. Em praticamente todos os jogos daquela Copa, o Brasil usou dois tipos de números, os “quadrados” – possivelmente da Athleta – e os “arredondados” – que se parecem muito com os que a Umbro fez para a Inglaterra naquela mesma época. Cada um em um tempo. Acho que alguns jogadores trocavam porque as camisas ficavam excessivamente suadas devido ao calorão do México. Não sei se as duas empresas (Athleta e Umbro) forneceram material pro Brasil na Copa de 70, mas as camisas, exceto, pelos números são iguais. Por isso, acredito que sejam de apenas uma das duas marcas. E é mais provável que seja a Athleta, pois naquele tempo
praticamente não havia grandes multinacionais de uniformes fornecendo para times do mundo inteiro. E olha que na exposição do Paulo Gini você fotografou uma camisa de goleiro da marca Umbro. Mas pode ser também que somente as camisas de goleiro daquela Seleção fossem da Umbro. Bom, em meio a essa salada toda, eu acho que a dúvida sobre as marcas ainda persiste.

Os vídeos são dos jogos contra Uruguai (semifinal), Romênia (terceiro da primeira fase) e Peru (quartas-de-final)

– No vídeo do jogo contra o Uruguai, pause aos 1:24, quando acontece o gol do Clodoaldo no fim do primeiro tempo; e aos 1:37, quando o Pelé dribla o Mazurkiewicz sem tocar na bola e chuta pra fora. Em uma imagem (primeiro tempo), os números são “arredondados” e na outra (segundo tempo), são “quadrados”. E só conferir nas camisas do próprio Pelé.

– No vídeo do jogo contra a Romênia, pause aos 0:17, quando o Pelé faz um gol de falta; e aos 0:46, quando os europeus comemoram um gol e Piazza e PC Caju aparecem de costas. Em uma imagem (primeiro tempo), os números são “arredondados” e na outra (segundo tempo), são “quadrados”.

– No vídeo do jogo contra o Peru, pause aos 1:01, quando o Tostão comemora o gol do Rivelino; e aos 1:24, quando o mesmo Tostão marca seu gol e Pelé e Jairzinho aparecem de costas. Em uma imagem (primeiro tempo), os números são “arredondados” e na outra (segundo tempo), são “quadrados”.

Se quiserem, podem olhar nos vídeos dos outros jogos e verão que isso também se repete.

Facebooktwitterpinterestmail
PSST! Quer ganhar 10%OFF nas compras acima de R$300 na FutFanatics (exceto lançamentos)? Clique aqui, use o cupom FNT10FC e aproveite!

31 comentários sobre “Qual a camisa do Brasil na Copa de 70?”

  1. eu já tinha comentado isso com o felipe na exposição do paulo gini. aliás, fui eu quem descobri o logotipo da umbro na barra da camisa 12 do ado que o felipe fotografou. antes, tinha mexido na gola para olhar a etiqueta, até que um segurança veio e disse pra não tocar nas camisas da exposição.

    eu sempre achei q a marca das camisas de 70 fosse umbro.

    agora me surgiu outra dúvida: durante a copa, houve algum momento em que os dois jogos de camisa, com números redondos e quadrados foram vistos simultaneamente (vai, por exemplo, o pelé com números “umbro” e o jairzinho com número “athleta”, ou então se entrou um reserva, o Caju ou o Marco Antônio, com números diferentes dos outros jogadores…)

    outra coisa que me causou desconfiança: a camisa do Ado da exposição tinha uma fonte diferente da usual na palavra “Brasil”… eram letras retas, tipo “Helvetica”, mas que eu me lembre as letras eram meio angulosas, não muito regulares, por causa do bordado… pelo menos as do Félix eram assim…

    e a numeração da camisa do Ado era arredondada no padrão umbro, se me lembro bem…

    a gola das camisas de goleiro também não ajudam a decifrar o enigma, pois ainda eram pólo, no padrão clássico Umbro, o mesmo das copas anteriores do Brasil (desde 54 até 66). A Inglaterra, por outro lado, já havia estreado a gola redonda careca da Umbro em 66.

    Em resumo: sei lá!

  2. ah, pessoal, na parte do “me surgiu uma dúvida” do comentário acima, ficou faltando a interrogação (obrigado, Avallone…). Portanto, não estou afirmando nada e sim perguntando! rsrsrs

  3. Temos que levar em consideração que nesta época as seleções, eram praticamente trupes de um circo mambembe …
    Apesar do tempo de preparação da seleção no México com uma educação física espartana ( que rendeu o fôlego a mais contra os times europeus … ) e de um certo “q” de logística, no quesito material esportivo as coisas eram pra lá de bagunçadas !!!
    Direto vejo jogos em programas tipo “gol o grande momento do futebol” ou “grandes momentos do esporte” e em alguns casos que não me recordo, alguns jogos tem jogador com um tipo de camisa, outro com o número diferente e por aí vai, quem não se lembra da copa de 58 em que na final não tínhamos camisa reserva e tiveram que comprar as pressas e bordar o número ???
    Então em 70 o que deve ter ocorrido foi ter algumas camisas da Athleta, algumas da Umbro, outras da confecção do Salim e por aí vai, na hora de sitribuir as camisas no vestiário ninguém se ligava nesse detalhe … hehehe !!!
    Abs

    1. O PAPO QUE TIVE COM CERTO JORNALISTA QUE VIVEU A EPOCA SEM CITAR NOMES POR FAVOR.O MESMO ME PEDIU,E QUE SELEÇÃO BRASILEIRA FORA DESACREDITADA PARA MEXICO LEVARA APENAS 6 JOGOS DE CAMISAS PARA MEXICO SUPERBALL,OU SEJA,JOGAVA LAVAVA,E POR ISSO SOMENTE NAS SEI FINAIS,FORA PERMITIDO JOGADORES FIZESEM,O QUE QUIZESSEM COM AS MESMAS.TENDO EU O PRIVILEGIO DE POSSUIR UMA SEGUNDO TEMPO CONTRA URUGUAI ,POIS O PRIMEIRO TEMPO FORA JOGADO COMO TODOS SABEM COM UMBRO. ABCS

  4. a Athleta era uma marca de “malhas”… hoje em dia nem se usa mais esse nome, e se usam, estão se referindo a roupas de frio e não a trajes esportivos…
    Nos anos 60 até os 80 e a chegada do tecido acrílico (origens do poliéster e dos outros tecidos sintéticos, que faziam o suor deixar a camisa quente e fedendo…) as camisas eram feitas de algodão grosso, senão de sacos de batata ou, para os times abastados, de linho, com punho, botões e colarinho…

    Havia outras marcas no Brasil, como a Superball dos anos 50, mas a maior era a Athleta. Ela fabricava também vestuário para treinos (na década de 70, com seu nome estampado ao lado de três estrelas, referindo-se ao tri). E ela reinava absoluta dentro do Brasil, pois a Adidas ainda não havia chegado (mas Pelé já assinara com a Puma para fornecimento de chuteiras para a copa de 70).

    Nas copas, já ouvi falar que o Brasil vestia Umbro, entre 1954 e 1970. Em 1974, seguramente, era Athleta. E em 1978 a Adidas finalmente assinava com a CBD. A copa de 70 continua um belo mistério…

    No caso da Copa de 58, alguém até já falou a marca da camisa azul, era sueca. Os escudos da CBD foram recortados das camisas amarelas e costurados no peito das brancas. O número era amarelo, segundo algumas fontes, porque foi recortado também, das camisas canarinho!

    Esse tópico rende!

  5. Na Copa de 58 a marca da camisa utilizada na final era Hidroff ou Higroff (nunca lembro exatamente), e foi comprada as pressas como todo mundo sabe, numa lojinha sueca… mas foi uma situação mais que tampão.

  6. Pode crer Hamilton … rs
    Se formos contar, existem casos até hoje de “presepadas” !!!
    Em 78 na copa da Argentina, se não me engano a França teve que jogar com uma camisa de um time local (não quero procurar no google hehehe )
    Na Premier League o ano retrasado assistindo a um jogo, o cara de um time jogou com uma camisa sem numero e nem nome, várzea total … hehehe !!!
    E a Athleta teve um “revival” este ano com a presença de vários ex-atletas num evento em SP-Capital para lançamento de uma linha retrô, acho até que o Felipe postou alguma coisa aqui …
    enfim, serão lendas e causos para a vida inteira … hehe

  7. parabéns, Galo Golo, matou a charada.
    Eram dois uniformes: um Umbro e outro Athleta. Ainda bem que não apareceu camisa azul pra complicar…

    Para os detetives de plantão, outro desafio. A camisa do Pelé na copa de 58, quando marcou seu primeiro gol… há vários exemplares e muita dúvida em cima, assim como a camisa da final com a Itália em 1970 (nesse caso, eram 3 camisas Umbro, comprovadíssimo!). Mas da amarelinha de 1958, a dúvida é entre as marcas Ceppo (italiana) e Athleta (brasileira).

    Joguem “Camisa do primeiro gol de Pelé em 58 gera polêmica” no Google e vejam.

  8. mais um detalhe: a camisa da copa de 70 fabricada pela Malharia Athleta possui uma costura em “V” nas costas, abaixo da gola, no local onde é afixada a etiqueta, acima do número do jogador. Se vocês seguirem os passos do Galo Golo virão essa diferença em relação à camisa da Umbro, que era uma “Aztec Jersey”, segundo sua etiqueta, provavelmente querendo dizer que era uma série especial para o calor do México…

  9. Hamilton, no mesmo site do colecionador há uma camisa de 58, o cara não é fraco não, há varias camisas de jogos do Brasil, veja as camisas do TORINO e da JUVENTUS, praticamente todas, de jogo o dia a hora o local, e ainda mostra a foto, um ditado que combina ai é MATA O PAU E MOSTRA A COBRA…

  10. Pelo que está escrito no site do colecionador, foram de jogos depois da copa. por isso a camisa da ATHLETA já possui as 3 estrelas. Já da UMBRO está registrado ali como sendo de jogo da copa.

  11. A pergunta está causando uma polêmica desnecessária. A Athleta foi a fornecedora de material esportivo da seleção brasileira por todo o período de 1958 a 1977, lembrando ainda que fornecia o material esportivo para todos os grandes clubes brasileiros durante esse período. Somente a partir de 1978 se viu uma mudança em alguns clubes.
    A própria seleção brasileira, a partir de 1978, já tinha como fornecedor a Adidas, o mesmo ocorrendo com alguns clubes também a partir desse ano, tais como Internacional, Palmeiras, Vasco, Bahia e Guarani.
    O Flamengo, campeão brasileiro em 1980, ainda tinha como camisa de jogo a fornecida pela Athleta, embora se via a partir de 1978, conforme fotos da época, que o fornecedor de material para treinamento já era a Adidas.
    Assim, somente a partir do final da década de 70 e início da década de 80 que se viu uma mudança nos fornecedores de material esportivo dos clubes brasileiros.
    E, no que se refere a utilização da marca Umbro pela seleção brasileira neste período, isto ocorreu somente nas finais de 1958 e 1970, mas durante essas competições a marca utilizada foi a Athleta.
    Realmente, não é necessária a existência de dúvidas acerca da marca utilizada na final de 70 pelo Brasil. Realmente a marca utilizada foi a Umbro, o que se confirma pela fonte utilizada na numeração das camisas, que é a clássica fonte utilizada pela marca inglesa, e que vestiu a Inglaterra na mesma Copa do México.

  12. No Museu do Futebol tem uma que o Pelé jogou na final contra a Itália e é da Umbro, só não lembro agora se foi no primeiro tempo ou no segundo

  13. BOA TARDE ALGUEM PODERIA ME INFORMAR O TECIDO QUE FOI USADO NA CAMISA DA FINAL DE 58 DO BRASIL, POIS NÃO CONSIGO VIZUALIZAR ALGUMAS FOTOS QUE TENHO.POR FAVOR ALGUEM PODE TER ESSA INFORMAÇÃO, SE ERA DE ALGODÃO OU SUEDINE OU OUTRO TIPO DE TECIDO. OBRIGADO

  14. tenho uma camisa do Brasil original athleta da dec 70 autografada por pele pertenceu ao meu avo que foi ver a copa no Mexico
    tem alguns furinhos na manga devido ao tempo coisa rara estou vendendo alguem interessado ?

  15. O Brasil realmente vestiu as duas marcas naquela copa do México. Antigamente no site da Umbro eles anunciavam que era tetra campeões com o Brasil. Na final da copa da Suécia a Umbro fez camisas azuis às pressas para o Brasil jogar aquela final.

  16. Felipe, em 1994 a Umbro lançou uma peça promocional dizendo que junto com o Brasil tinha se tornado tetra campeã do mundo. Estou procurando a peça e ainda não achei, contudo no site oficial da Umbro há uma linha do tempo que eles relembram momentos históricos citando 62, 70 e 94. Da uma olhada: http://www.umbro.com/pt-br/about-umbro/

    1. FUI DIRIGENTE NESSA EPOCA E POSSUO TODAS CAMISAS UMBROS SELEÇÃO BRASILEIRA POSSIVEL,RECEBI UM EXEMPLAR POIS ERA DIRIGENTE,E FUI EVENTO DE LANÇAMENTO AQUI EM BRASILIA,ELA INGLESA ETIQUETA VEM ESCRITO REPLYKIT.UMBRO COM ESCUDO CBF. ACREDITO QUE POUQUISSIMOS EXEMPLARES EXISTENTES VEIO NUMA CAIXA COM RETRATO PELE. ABCS

  17. AMIGOS,COLECIONO A MAIS DE 30 ANOS MAS SOMENTE DE 2 ANOS PRA CA ABRI MINHA COLEÇÃO AO PUBLICO GRADATIVAMENTE,ALGUEM SABERIA ME DIZER SE A SUPERBALL ATHLETA FOI UTILIZADA NA MINI COPA DE 72?
    OU FOI ATHLETA PRETA?PRETA QUE DIGO E ETIQUETA,POIS NO AMISTOSO DESPEDIDA PELE EM 71 NO MARACANA A AMESMA FORA USADA.ABCS SEREI FREQUENTE.ABCS.

  18. ESTA EM ANDAMENTO UM LIVRO MINHA AUTORIA A ESSE RESPEITO,UMBRO OU ATHLETA, OU AS DUAS, PARTE JA ESTA RESPONDIDA POIS SO FORAM LEVADAS SEIS JOGOS DE CAMISAS E UMA AZUL RESERVA BELISSIMA TAMBEM NAO USADA RARA,GOLA CANÔA BRANCA,MANGAS BRANCAS,SEGUINDO MESMO PADRÃO SEM COSTURA NAS LATERAIS,NUMEROS COSTURADOS EM BRANCO,ALGUNS JOGADORES NÃO SABIAM NEM DA EXISTENCIA DELAS POIS O BRASIL NAO NECESSITOU COLOCAR EM JOGO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *