Camisa Outubro Rosa do Central Coast Mariners

Fechando o mês dedicado ao combate e prevenção do câncer de mama, o Minhas Camisas traz a versão Outubro Rosa da camisa do Central Coast Mariners que disputa a A-League, a liga de futebol da Austrália. De todas as peças criadas, a desenhada pela Kappa para o clube do novíssimo continente é de longe a mais rosa! O ruim fica por conta da falta de ajuste do logo do patrocinador e fornecedor a cor predominante da camisa, deixando os detalhes apagados. Mas o que vale é a intenção.

Conjunto do AFC Bournemouth para 2014/15

Faz tempo que não falamos da Cabrini e lendo o post do Football Fashion sobre as camisas do AFC Bournemouth, achei elas mereciam um espaço por aqui. Principalmente pelo terceiro uniforme. A camisa titular é rubra negra, simples e elegante, a reserva vem com uma combinação de branco e dourado, muito bonita, mas apagada. Já o terceiro uniforme, este sim é matador! O degrade de azul alinhado até o short ficou harmonioso, assim como patrocínio e logo da Cabrini em branco. Para fechar, detalhes em dourado nos nomes dos jogadores e números dão a peça nosso Wow Factor. Particularmente um resultado muito melhor do que o alcançado na camisa reserva do Manchester City feita pela Nike.

Mais um pontual na camisa do Santos

O ano de 2014 de longe foi o que os clubes, independente do tamanho, mais sofreram para por um patrocínio master em suas camisas. Alguns entravam com campanhas institucionais para não deixar o lugar vago e outros iam se ajeitando com pontuais para fazer o dinheiro pingar na conta. Destes, o Santos FC foi que mais se esmerou na tarefa de divulgar marcas por tempo limitado. A última do clube da Vila é com a empresa de eletrônicos Huawei. Para o consumidor comum brasileiro, se não me engano, seu produto mais conhecido é o modem 3G de diversas operadoras. Já na camisa do Alvinegro praiano, a marca deve ficar nas partidas que serão realizadas até o final da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro, com possibilidade de uma parceria mais longeva. O logo da Huawei é grande e chamativo, mas se encaixou bem na camisa do Santos, mesmo na listrada. O que continua matando, porém são os patrocínios das mangas e ombros. Você camiseiro, de qual pontual do Santos você mais gostou?
Fotos: Bruno Giufrida, Ricardo Saibun/Santos FC , Odílio Rodrigues,Russel Dias

 

Nova camisa reserva do C. A. Independiente

Estreou neste sábado, 25/10, a nova camisa reserva do Independiente. Seguindo a linha do resto do conjunto, a indumentária fornecida pela Puma também apresenta listras em tom sobre tom. O destaque fica por conta uso do primeiro selo oficial do clube, em vez do escudo tradicional. O site do clube conta que o selo remonta ao início de 1907, e é parte da identidade da equipe ligada à região Avellaneda.  Por fim, a hahstag #DiabloSoy faz a sua aparição na parte superior das costas. E parece que a roupa nova deu sorte! Los Diablos Rojos ganharam de 3 a 1 do Tigre.

Camisas retro da dupla Fla x Flu

O Espaço Rubro-Negro já tinha posto a venda o modelo inspirado na primeira camisa reserva do clube da Gávea e Globo Esporte.com adicionou em uma matéria que o Fluminense também havia ganhado mais uma peça retro para alegria de seus torcedores. Ao contrario dos rivais, a versão tricolor tem inspiração nos anos 70 e traz as cores tradicionais do clube nos contornos da gola e mangas.  Comentários: A camisa do Flamengo está bárbara! E ao contrario da versão Palmeirense onde achei que o Trefoil ornou aqui eu acho que está meio fora de lugar. Um selo na barra apontando a originalidade cairia muito melhor. Já a camisa do Fluminense é um clássico eterno sendo item obrigatório no armário de qualquer tricolor. Minha dúvida fica no fato de esta não ser uma segunda fornada do modelo ao invés de uma peça inédita. Duro mesmo está o preço das peças que chega quase a 300 mangos fazendo de peças que facilmente venderiam como água, itens restritos aos bolsos mais folgados.
Fotos: Globo Esporte.com, Espaço Rubro Negro e Divulgação/Adidas

Camisa do Stromboli Calcio desenhada por Armani

Giorgio Armani é sinônimo de elegância e moda, chegando até, se não me engano, a fazer ternos para seleção italiana. Mas esta dica do Nuno Leão e que saiu no Trivela não faz jus ao nome do estilista.  Através de sua marca EA7, o italiano está vestindo o Stromboli, equipe da liga regional de uma pequena ilha do arquipélago das Ilhas Eólias, no norte da Sicília. Mas como Armani foi acabar fazendo uma camisa de futebol que mais parece de clube de várzea? Foi através de um favor ao amigo Massimiliano Cincotta, dono de um famoso bar, restaurante e pizzaria na ilha e dirigente do clube. O conjunto feito pela EA7 tem duas camisas, a da foto, na cor preta com um vulcão vermelho bordado, e outra branca, com cinza metalizado. Além dos uniformes, o Stromboli vai receber outros itens esportivos, como jaquetas e bolas. De curioso ainda está o fato de Domenico Dolce, da Dolce&Gabbana também ter casa na ilha, e ter dito que faria mais sentido o pedido ter sido feito a ele, já que o dono da grife e o dirigente possuem uma relação até mais informal. Vai entender…

Camisa 3 do Chicago Fire desenhada por um torcedor

No começo do mês o Chicago Fire entrou em campo com seu novo terceiro uniforme. Desenhado por um torcedor, o arquiteto Freddy Christiano e escolhido pelo voto de tantos outros, a camisa comemora os 17 anos do clube na MLS. A inspiração foi a bandeira e o skyline da cidade de Chicago. Dentro das opções propostas na eleição, a criação do Freddy de longe é a que mais agrada as massas, por outro lado, eu acho que a opção da direita ganharia meu voto. O skyline azul no estilo marca d´água poderia ter um resultado final poluído, mas a proposta é no mínimo interessante.

Camisa do Athletic Club de Bilbao na Champions

O Athletic não levou a vitória para casa ante o Porto na última terça, dia 21, mas ganhou post no Minhas Camisas. Isto graças à indumentária que vem sendo usada na UEFA Champions League. Na peça da competição, o atual patrocinador, Petronor, foi substituído pelo BBK, Bilbao Bizkaia Kutxa, um banco. Porém, no “internetês” cotidiano nacional a sigla tem outro significado, o que faz desta uma aquisição divertida para qualquer colecionador no Brasil. Em termos de layout, a combinação ficou redonda, pois não há cores inusitadas e o BBK se está silkado nem aparenta.
Fotos: AFP/Getty Images/FIFA.com

Camisa Outubro Rosa do América de Cali

Saiu no Mantos do Futebol que o América de Cali também aderiu ao Outubro Rosa, mês dedicado ao combate e prevenção do câncer de mama. Feito pela Adidas, o uniforme é negro e tem o rosa nos detalhes como no logo gigante da campanha e marca da fornecedora. Agora, o que bebeu o cara que o desenhou? Isso porque o logo da Adidas tá propositalmente torto e há ainda uma marca d´água curiosa na altura do peito. Mas o destaque fica pela aplicação das três listras que na hora me remeteu a camisa do Fluminense de 96 (fotos abaixo). O uniforme alternativo entrou em campo na vitória por 2-0 sobre o FC Valledupar pela fase de grupos do torneio Postobón. Além de chamar a atenção para a causa, o clube também doará 10% de sua renda no próximo jogo contra o Deportes Quindío pelo Campeonato Colombiano.
Fotos: Divulgação, AFP, El País, Mercado Livre

Fluminense 1996

Camisa comemorativa do Millwall

Em lembrança ao centésimo aniversário do início da 1ª Guerra Mundial, o Millwall Football Club apresentou sua camisa em homenagem aos que lutaram no conflito. Com estilo camuflado, a peça criada pela Macron irá a campo no sábado, 08 de novembro, na partida contra o Brentford e terá os valores de sua venda revertidos para o Headley Court Military Rehabilitation Centre que auxilia os homens e mulheres combatentes do país. Macron acertando bem nas peças do clube londrino e este conjunto especial não é exceção. Primeira peça camuflada que vejo que tem razão de ser. Bela homenagem.

Camisa titular