Camisa 2015 do Vancouver Whitecaps

O contrato global da Adidas com a MLS deixa criações com identidades individuais algo bem raro. Porém, sabe aqueles momentos de fim de expediente onde a turma do escritório chuta o balde e começa com todo tipo de “picardia” e de repente, algo inacreditável e melhor do que o trabalho sério surge?! Pois acho que a camisa do Vancouver Whitecaps foi criada deste jeito. Segundo o site oficial do clube, o efeito da nova camisa titular remete ao reflexo do céu azul nos picos, os mesmo que ilustram o escudo do time e que simbolizam a água e as montanhas de Vancouver. Peça bem legal e que com certeza vai fazer sucesso. Confiram a apresentação do uniforme em um show matinal da TV local.

Camisa retro do Sport Recife

Dica do Zé Ricardo. Ao contrario da maioria dos clubes brasileiros nos anos 80, o Sport Recife vestiu Adidas por apenas duas temporadas, mas o suficiente para que na comemoração dos 110 anos do clube tenhamos uma bela peça retro. A inspiração veio da camisa de 1982 trocando o trefoil de amarelo sólido por dourado opaco. A pergunta é: quantas lascas esta peça vai custar?

Camisa 2015/16 do Brøndby IF

Na tarde desta terça-feira, o Brøndby IF apresentou em seu perfil do Facebook sua nova camisa titular para temporada 2015/16. Segundo a Hummel, fornecedora do clube dinamarquês, a camisa tem o design inspirado no Brøndby Stadium. As laterais replicam as escadas de entrada da arena e a gola de padre tem uma linha do tempo em seu interior marcando a trajetória de títulos do time. De tudo que eu poderia pensar ao ver a camisa do Brøndby, inspiração na arquitetura do estádio seria a última das opções. Ainda assim, a Hummel conseguiu fazer uma peça simples e interessante, quero só ver a camisa reserva.

Camisas 2015 do Atlético Mineiro

Flávio Vitor nos mandou o “vazamento” das camisas 2015 em sua loja oficial. Ainda não me acostumei com esta criação da Puma. Tive a impressão de que todos os elementos que compõe o conjunto estão gigantes! Na camisa titular, não curti o patrocínio em vermelho nos braços e nem o Cemil nos ombros. Ok, ambos já figuravam nos últimos tempos no uniforme do Galo, mas como também havia mais listras, a poluição parecia menor (vide foto). As costas totalmente negras também não ornaram. Na peça reserva, eu curti a padroganem a lá anos 90. Ainda bem que temos uma temporada inteira para a vista acostumar.

Camisa III do Copenhagen

Desenhada pela casa Les Deux, a nova terceira camisa do dinamarquês FC Copenhagen era para ser para ser um ícone fashion. Porém confesso que desde a primeira vez que a vi só imaginei com seria se a S.E.R. Caxias estivesse vestindo Adidas. Sobre o layout, curti bastante as sutis listras em zig zag e gola careca com as três cores que compõe a camisa. Por fim, como pilar da moda eu não sei se peça se encaixa mas como uniforme alternativo interessante, com certeza.

Camisas Lotto do Quilmes para 2015

Saiu no Marketing de Los Deportes a divulgação das camisas 2015 da Lotto para o Quilmes. Já se vão quase 10 anos que a marca italiana fornece para o clube argentino e temporada, após temporada só era possível ver qualquer novidade nos detalhes. Neste ano de retorno a Primera, o clube vem com um conjunto de quatro peças. A camisa tradicional, branca, foi apresentada por Rodrigo Brana. Já Claudio Bieler vestiu a peça reserva em preto e azul. Diego Buonanotte estava com o modelo para Copa da Argentina, a mais original em tempos, já que seu layout aposta em listras horizontais pretas, azuis e brancas. A camisa de goleiro é a azul com ilustrações que podem ser cibernéticas, bolhas de cerveja e o que mais a imaginação da torcida quiser enxergar. O engraçado, é que a nota de divulgação do clube diz que a apresentação foi cheia de imprensa, pompa e circunstância. Agora, se tinha tanta gente lá porque foi tão sofrido achar imagens para o post?

Camisa reserva do Emelec

Quem acompanhou a rodada da Libertadores nesta terça pode conferir, além da vitória sobre La U, a camisa reserva da New Balance para o Emelec. Se a peça fosse para qualquer clube carioca, a inspiração poderia ser atrelada as pedras portuguesas que pavimentam as calçadas da cidade. Mas como estamos falando de um time do Equador, o que dá para imaginar é que a New Balance quis fugir do lugar comum e aplicou uma padronagem “ousada”. O que mais agradou foi que apesar da variedade de elementos, continuamos com uma camisa bem resolvida que vista de longe (vide foto) consegue até criar o efeito de faixa transversal sólida. Bela sacada e palmas a NB.
Fotos: EFE, Getty, Divulgação

Camisas Erreà do Caxias para 2015

O lançamento foi no fim de janeiro, mas não podíamos deixar de postar o lançamento do novo conjunto do Caxias agora fornecido pela italiana Erreà. As três camisas ficaram muito bem resolvidas. Com o pensamento do menos é mais, temos um uniforme titular clássico nas cores do clube com gola polo. A indumentária reserva branca com detalhes em grená é mais contemporânea na falta de um adjetivo melhor. Já a camisa III é predominante negra com finas faixas também em grená. O patrocínio não é de uma marca bacana e seu design não é bonito, mas também não prejudica o layout, o que já é muito atualmente.

Camisa do Sagan Tosu ( Quem?)

Na onda da New Balance como “novo” player da praça, pegamos esta boa dica do Rafael e cá estamos nós. O Sagan Tosu joga a J-League e até pouco tempo vestia Warrior e já teve sua migração feita no conjunto para 2015. Sinceramente, dá até pra notar a intenção da NB em fazer uma peça tão com a cara da Liga quanto a Warrior tinha, mas que no fim ficou mesmo na vontade. Só a padronagem “gato me arranhou” não chega perto das criações de 2013 e 2014 que revezaram a arte no dorso e mangas.

Camisas do Estudiantes de La Plata para 2015

Com presença de craques e do presidente Juan Sebastián Verón, o Estudiantes apresentou nesta sexta-feira, dia 13, seu novo conjunto Adidas para temporada 2015. A imprensa mesmo descreve a camisa titular como um retorno ainda maior as origens. Isto porque o “V” gigante do template com gola polo some dando lugar a uma gola careca. Já a indumentária reserva traz de volta a combinação de tom sobre tom de negro e grafite, presença certa nos tempos de fornecimento da Topper em meados dos anos 2000. Agora, uma pergunta, já que temos um montão de belos bordados e a camisa reserva com o patrocínio incorporado, porque a camisa titular tem o DirecTV silkado?
Fotos: Divulgação, Cielo Sports, Marca de Gol