Camisas do Parma 1913 da Erreà

E começou a caminhada do Parma de volta a elite do Calcio. Agora com o nome de Parma 1913, o clube divulgou neste sábado o que serão as camisas definitivas da temporada. Frente a criações titulares das últimas temporadas da Erreà quando o clube figurava na Série A, o que muda na são pequenos detalhes como o estilo da gola ou falta de algum grafismo. A ideia é replicar o uniforme usado em 16 de dezembro de 1913. Já camisa reserva, tem sua gola diferente, mas o conjunto é o mesmo modelo da principal em um vivo azul Royal e amarelo. A Erreà já tinha apresentado um uniforme mais simples em meados do mês, quase um fardamento para os primeiros passos do novo Parma e agora traz peças que remontam tempos de sucesso da agremiação.  Levantar a moral da torcida com peças cheias de significado frente a um suado objetivo é uma excelente estratégia. Agora cada partida é uma decisão e o foco é o acesso.

Novas camisas Umbro do Náutico-PE

Na noite de ontem, Umbro e Náutico divulgaram as imagens das novas camisas que vestirão o Timbu na temporada. Em comparação as peças anteriores, as mudanças estão nos detalhes como cores das golas, aplicação das listras na camisa titular e detalhes nas mangas na reserva. O grande destaque dos novos uniformes, porém  fica por conta da aplicação dos selos de “vermelho de Luta, branco da Paz” e que também rege a campanha do clube. Com sua elegância clássica, a Umbro continua acertando nas criações do Timbu. Mesmo os agasalhos que são de pouca serventia no calor do Recife são coçar a mão de todo bom alvirrubro.

Fotos: Divulgação e Timbushop

PSV Eindhoven Europa Kit da Umbro

Enquanto a camisa do Náutico não chega vamos do novo conjunto do PSV Eindhoven para Champions ou a clássica camisa III da temporada. A inspiração é o uniforme usado pelo clube na conquista da Europa em 1988, mas a primeira coisa que me remeteu a ver a novidade foi uma camisa do Manchester City de 85. Este é resultado, mesmo com idas e vindas, de uma parceria clássica.  Falando da eleita do dia, a combinação azul celeste com branco é sempre um acerto. A gola “V” e o imortal patrocínio da Phillips completam o conjunto que ainda conta com sutis faixas sobre tom ao longo do dorso. Elegante! E que traga sorte na competição.

Camisa reserva do Maccabi Tel Aviv

Ontem o time israelense empatou com o Basel-SUI e conseguiu uma vaga na fase de grupos da Champions. Com esta proeza o Maccabi Tel Aviv vai ter a oportunidade de entrar em campo com sua recém-anunciada camisa reserva na cor azul. Cada dia que passa acho que o patrocínio da Unicef é que é o grande responsável por algumas criações ficarem tão atraentes. Isso porque o layout em si não é diferente ou inovador; e os perigosos furadinhos da Adidas para temporada ornaram. Por fim, fico imaginando se o Pelotas ainda vestisse a marca das três listras esta seria uma boa separação no nascimento.

 

Camisa III do Palmeiras

Na noite de ontem começaram a pipocar as imagens de divulgação da camisa III do Palmeiras. A ideia é celebrar os 100 anos de conquista do primeiro título do Palestra, a Taça Savoia. Todo prateado, o uniforme traz a taça estampada em relevo no peito, mostrando o orgulho de ser palmeirense.  Além dos detalhes já citados, a camisa aparece com a gola em V e as  três listras nos ombros em verde escuro, assim como detalhes na bainha na mesma cor.  Este é um daqueles casos em que associação de fatos levam a criação de uma camisa. Mas como terceira opção, digo, que tem tudo para cair na graças da torcida. Vamos ficar de olho nas arquibancadas.

Camisa III do Chelsea FC

Ontem o Chelsea entrou em campo contra o West Bromwich com sua nova indumentária número III. Mais que uma simples camisa negra, a criação da Adidas mescla listras com um efeito de degrade que chega até ao short. Boa sacada da marca alemã já que tira o foco do tema camisa igual x escudo diferente e nos faz prestar atenção no conjunto todo.

Novas camisas do Botafogo FR

Acabou ontem a contagem regressiva e o Botafogo apresentou seu novo conjunto Puma para temporada. Dica do Rafael Almeida que estava ligado no relógio. Tirando os óbvios patrocínios em posições sofríveis que os jogadores terão de ostentar, a camisa do Glorioso é um belo acerto da marca alemã. As listras ininterruptas na camisa titular com gola polo dá a peça status de clássico. A camisa negra sem elementos geométricos utilizados em outros clientes da Puma  fica na posição de reserva enquanto o uniforme III é um cinza-prata com tênues faixas brancas. Apesar de um conjunto mega acertado com opções para todo tipo de torcedor botafoguense, fez se falta o tradicional uniforme branco. Havia lugar para ele, mesmo que no fim o conjunto ficasse composto por quatro uniformes.

Camisas Super Bolla do Brasília FC

O Brasília FC assinou com a Super Bolla que produziu um novo conjunto e também uma nova identidade para equipe agregando ao tradicional vermelho colorado, o azul representando o “céu azul de todos os dias” marca registrada da capital federal. O escudo do clube também ganhou novos ares, saia o “avião” e entrava a águia do cerrado.  Acontece que o plano da diretoria que focava as inovações nos torcedores do futuro não agradou em nada a torcida do presente. Com isso, o Brasília FC entrou em campo ontem pela Copa Sul Americana com uniforme novo, mas com o escudo “antigo”.  Matéria bem legal que li no Mantos do Futebol e que mostra que mesmo bem intencionados, os cartolas tem que ficar de olho  no que pensa a torcida! Afinal, não são para eles que todas as mudanças são feitas?  E que assim como nas manifestações dos Juventinos sobre a camisa comemorativa da Mooca, a Super Bolla saiu por cima mostrando que a turma da arquibancada está atenta a quem solicita, aprova ou reprova o que o time veste.

Fotos: Divulgação, AFP, Mantos do Futebol

Nova camisa do Peñarol

Continuamos no Uruguai e desta vez a novidade é a camisa auri negra do Peñarol. A Puma mudou para bem melhor o layout desta temporada! Começando pela gola padre com botões que dá um ar elegante, passando pelo maior número de listras no dorso. Minha única coçada de orelha é qualidade. Reparem que é possível ver através da peça na foto em Diego Forlán segura a camisa quatro, fora o número que parece um silk bem safado. É isso mesmo produção?!

Nova camisa Umbro do Club Nacional De Football

O Apertura uruguaio começou e com ele chegou a nova camisa do Nacional. A Umbro conseguiu com poucas mudanças criar uma peça diferente e extremamente elegante para o Decano. Gola polo dá lugar ao corte em “V” tricolor que também é aplicado nos detalhes das mangas. Outra sutileza são as finas linhas em azul e vermelho ao longo do dorso. Quanto a versão de jogo, tenho a seguinte pergunta: patrocínio nas laterais dá retorno? Porque é uma aplicação que detona qualquer criação e só se faz ver se o jogador levanta os braços.