Camisa III Dryworld do Goiás

Na noite desta terça-feira, pela Série B contra o Vasco, o Goiás entrou em campo com sua nova camisa III. Com listras verticais nas cores branca e verde, a criação remete ao primeiro uniforme da história do time esmeraldino, fundado há 73 anos. Os detalhes em dourado na manga e na gola bem como a numeração são referência às conquistas do clube. O conceito não é inédito e execução também não desagrada mas ao assistir a partida pela TV, tive a sensação que a qualidade do material deixa um pouco a desejar. Concordam?

 

12 comentários sobre “Camisa III Dryworld do Goiás”

  1. Se fosse pensar na camisa do Galo como deveria ser, essa aí é o caminho certo. E posso confirmar, infelizmente a qualidade do tecido da Dryworld é péssima nas camisas “torcedor” e aceitável nas camisas “jogo”.

    1. Realmente aquele quadrado branco na parte de tras na camisa do Atletico-MG mata a camisa. Quem tem um uniforme do galo da decada de 90 pra tras nao tem como aturar aquele uniforme 1 da Dryworld, é tenebroso aquele abadá. Eu se fosse atleticano JAMAIS compraria.

  2. A CryWorld se queimou no mercado, entrou completamente despreparada. Atletico-MG e Fluminense já procuram opções pra se livrar dessa carniça. Material de qualidade pífia, design primário e entrega TENEBROSA.

    Uma pena, porque quanto mais empresas, melhor. Mas não é um mercado para amadores, aventureiros.

  3. Sinceramente, essa marca é a pior já vista…
    A Kappa fazia um trabalho excepcional.
    Essa marca ñ vai durar mto no futebol.
    Péssimo gosto e desrespeito com os torcedores e ao time do Goiás!

  4. Nada me incomoda mais em camisas de futebol do que o uso de dourado. É um recurso “criativo” que todo fornecedor lança mão de vez em quando pra justificar o lançamento de uma camisa ou agregar uma menção às conquistas do passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *